A importância da seleção a pasto

 

O programa Nelore CFM é um dos maiores e o mais antigo programa privado de melhoramento genético da raça no Brasil. Seu sucesso deve-se ao foco na seleção de características de valor econômico para a produção de carne a pasto.

Por que a pasto? Porque as pastagens são a base do sistema de produção na imensa maioria das fazendas de pecuária brasileira e é nesse ambiente que o rebanho deve se tornar cada dia mais produtivo e eficiente.

Atenta a isso, desde o início da década de 1980 a CFM conduz seu programa de seleção a partir da coleta de dados de animais criados a pasto e mantidos nesse ambiente até o sobreano, quando acontecem as últimas medições que compõem a avaliação genética da safra em questão. E esse manejo é condição essencial para garantir que a progênie dos reprodutores Nelore CFM se destaque em ganho de peso, precocidade sexual, fertilidade e qualidade de carcaça nas fazendas de nossos clientes.

Um dos diferenciais da CFM é, portanto, oferecer ao mercado reprodutores altamente adaptados ao manejo a pasto e cujos filhos terão desempenho produtivo e reprodutivo superiores, contribuindo muito para a eficiência da fazenda e para a lucratividade do negócio.

“Esse diferencial da CFM é incomparável. Os touros jovens chegam nas fazendas e já entram em produção rapidamente, sem traumas. Tudo isso porque passaram praticamente a vida toda a campo e, assim, não sentem a mudança de ambiente”, salienta o prof. José Bento Ferraz, responsável pela avaliação genética dos candidatos a touros da CFM ao lado do prof. Joanir Eler, ambos da USP Pirassununga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *