Exportação e preços em alta

Após um período de instabilidade, a pecuária de corte parece ter voltado ao prumo e os indicadores são positivos para os próximos meses.

Nos últimos 60 dias, o preço da arroba do boi gordo medido pelo CEPEA subiu 12%, saltando de R$ 127,05 para R$ 142,28 no fechamento de setembro.

O mercado externo também tem dado boas notícias, ajudando a escoar a produção num momento em que a demanda doméstica se recupera ainda lentamente. A arrancada das exportações ocorre desde junho. Os números de setembro ainda não foram divulgados, mas até agosto a receita proveniente das vendas internacionais saltou 5,2%, atingindo US$ 3,79 bilhões e volume de 927 mil toneladas. Outra boa notícia é que os preços médios da tonelada subiram 5%, mostrando consistência nas negociações com os compradores.

Com mercado mais firme, os pecuaristas já reveem sua estratégia. Após registrar queda no primeiro giro, o confinamento mostra-se mais robusto para outubro e novembro, segundo Bruno Andrade, gerente executivo da Associação Brasileira da Pecuária Intensiva (Assocon). Esse movimento mostra confiança dos produtores em melhores margens na terminação dos animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *