Sinal positivo das exportações de carne bovina

Apesar dos resultados ainda aquém do registrado em 2016, maio foi um bom mês para as exportações de carne bovina. Os embarques tiveram alta de 27% em relação a abril, com a venda de 115,3 mil toneladas. Os dados são da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC). O faturamento no mês foi de US$ 463 milhões, com aumento de 28% sobre abril. Os preços médios tiveram incremento de 1%, também na comparação com o mês anterior.

Hong Kong foi o que mais importou carne in natura, comprando 19 mil toneladas – salto de 29% sobre o mês anterior. A China veio em seguida, com 14 mil toneladas (alta de 19%). A Rússia apareceu na terceira colocação, totalizando 11 mil toneladas importadas (aumento de 14%). A expectativa da ABIEC é que os resultados dos próximos meses continuem dando sinais de melhora, uma vez que nações que ainda não haviam removido o embargo às exportações de carne brasileira reabriram seus mercados para o Brasil em maio, como foi o caso da Argélia.

“Estamos otimistas. Os negócios voltam ao normal e os números positivos reaparecem. O mundo precisa da carne brasileira. E temos qualidade para ocupar mercados estratégicos e potencial para atender à crescente demanda”, ressalta Antonio Jorge Camardelli (foto), presidente da ABIEC.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *